História do Disco Rígido (HD)

O Hard Disk, ou disco rígido, é um sistema de armazenamento de alta capacidade (que permite armazenar arquivos e programas). Ao contrário da memória RAM, os dados gravados não são perdidos quando se desliga o micro, assim, todos os dados e programas ficam gravados no disco rígido.

Apesar de também ser uma mídia magnética, um HD é muito diferente de um disquete comum, ele é composto por vários discos empilhados que ficam dentro de uma caixa hermeticamente lacrada, pois como gira a uma velocidade muito alta, qualquer partícula de poeira em contato com os discos, poderia inutilizá-los completamente. Por esse motivo, um disco rígido nunca deve ser aberto.

A tecnologia de armazenamento de dados em discos magnéticos sofreu uma grande evolução desde o aparecimento do modelo Ramac 305 pela IBM, com capacidade de 5mb e pesando mais de 1 ton (veja figura acima).

Por mais de 20 anos, as consideráveis inovações partiram quase que praticamente da IBM. No entanto, alguns fabricantes criaram produtos independentes das linhas IBM, como a Control Data, com a série SMD, a Amplex, a Calcomp e a CII-Honeywell Bull.

Os discos rígidos podem ser divididos em três gerações, conhecidas pelo número do produto IBM que lançou a tecnologia: 2314 (início dos anos 60), 3330 (fim dos anos 60 e início dos anos 70) e 3340 ou winchester (1973).

Essa denominação deve-se ao fato de a unidade de gravação ter originalmente dois módulos (em analogia com a arma de dois canos calibre 30/30).

Em 1973, com a tecnologia Winchester, a IBM introduziu uma série de inovações que permitiram consideravelmente o número de "choques de cabeçote" (head crashes) e, por outro lado, aumentar as densidades de gravação tanto de trilhas como de bits.

Isso foi conseguido com aperfeiçoamentos nas tecnologias de cabeças de leitura/gravação, no mecanismo de posicionamento das cabeças e na diminuição da espessura da camada magnetizável do disco.

Além disso, o disco, a cabeça, o mecanismo de posicionamento e o eixo motor do disco passaram a ficar em ambiente hermeticamente fechado. A tecnologia Winchester, inicialmente, só estava disponível para os grandes sistemas. Mas, em 1978, a IBM anunciou uma unidade de 8 polegadas para sistemas de pequeno porte.

Novos aperfeiçoamentos introduzidos pela IBM em seus sistemas de discos aumentaram ainda mais a densidade de gravação.

O aumento da densidade de informações para 25 mil bits por polegada não poderia existir sem uma evolução nos suportes magnéticos. Em 1982, era lançada uma nova geração de mídias que substituía o prato de alumínio com óxido férrico por um disco coberto por uma camada metálica de cobalto ou cromo.

Em 1980, produzido pela Seagate Technology, o primeiro Hard Disk Drive para microcomputadores armazenava 5 Megabytes de dados, muito mais que os discos flexíveis da época.

Fonte: CpdDigital

Visualizações: 1002207