Processador Intel i7

17 de novembro de 2008. Esta é a data oficial do lançamento do Intel Core i7. Mesmo após quase dois anos, é considerado o Melhor do Mundo. O primeiro processador a utilizar a microarquitetura Intel Nehalem, sucessor da conhecida família Intel Core 2. 8MB de cache inteligente. Trabalha com memórias de até 1066MHz em Triple-Channel (três canais). Soquete LGA1366. Suporte nativo apenas para memórias DDR3. Por meio da Tecnologia Turbo Boost cada núcleo sincroniza-se um com o outro, de uma maneira inteligente, pulso de 133MHz. A Tecnologia Hyper-Threading (HT), novamente, supera-se, proporcionando a cada um dos seus quatro núcleos processar até um thread simultaneamente, indicando ao Sistema Operacional oito núcleos ativos.

Intel Core i7-970 é, atualmente, o “topo da lista”, com 3.2GHz de clock-speed, 12MB de SmartCache, 6 núcleos e com suporte a 64 bits.

Como o Intel Core i7 suporta até três canais de memória, significa que o ganho de desempenho é cerca de 50% maior. Além do mais, seu barramento frontal (FSB) foi substituído pela interface Intel QuickPath Interconnect (QPI), o que proporciona uma resposta rápida e eficaz.

O FSB vem sendo utilizado desde os primeiros processadores da Intel. Para termos uma noção de como funciona, analise o diagrama abaixo:


O FSB é um barramento compartilhado que liga o processador ao chipset. O que acontece é que ele não é utilizado apenas para conectar o processador à memória. Ele também interconecta os núcleos do processador. No final, isso resulta em uma grande perda de desempenho.

À partir desta visão surgiu a modernização do barramento, produzindo o que chamamos de QuickPath. Este é composto por vias independentes. Cada núcleo tem uma linha independente para comunicação com o chipset. Existe, também, uma terceira linha de dados que faz a comunicação entre estes núcleos de processamento.

Loop Stream Detector

Loop Stream Detector (LSD) é um controlador adicional que retém instruções decodificadas antes mesmo que estas chegem até o processador, projetando loops de processamento. Ao invés de re-processar estas informações, estas são armazenadas em um cache interno para que possam ser executadas a partir dali. Isso resulta em um ganho extremamente importante de desempenho, além de colaborar com uma grande redução de consumo de energia.

Hyper Threading

Agora denominado Simultaneous Multi-Threading (SMT), o recurso Hyper Threading volta à ativa no novo Intel Core i7, indicando ao sistema operacional o dobro de núcleos de processamento de dados e transformando cada núcleo em “duas cabeças pensantes”. Este recurso não significa que o processamento é dobrado, mas indica um melhor e total uso dos recursos que o processador pode oferecer durante operações que utilizam um alto consumo de energia elétrica. O recurso passou por uma série de melhorias até ser implementado.

hyper threadingCom este recurso, o ganho indicado pode ser inferior a 10% e, em algumas vezes, até houver perda de desempenho. Porém, no caso de programas que manipulam objetos tridimensionais (3D) este ganho pode chegar até 35%, indicando uma grande vantagem.

Um fator muito importante que podemos observar é que, além do grande desempenho, a nova linha de processadores Intel consome menos energia, tornando tarefas complexas e demoradas em simples frações e econômicas soluções.

Além dos recursos citados acima, existe muito mais a estar se aprofundando e conhecendo no Intel Core i7. Nesta matéria nosso objetivo é lhe mostrar alguns fatores que explicam o por quê a consideração de Melhor Processador do Mundo.

Não é só o processador. Existe todo um conjunto de hardwares que serão necessários para a utilização total e correta do processador, como por exemplo: placa-mãe, memória RAM, HD e Placa de vídeo.

E quanto ao preço?

Ainda está um tanto salgado. Em uma grande loja de varejo um computador (Desktop) completo com Processador Intel Core i7-860 custa, em média, R$2.999,00 . Já em notebooks, encontramos um com o incrível preço de R$4.599,00 .

É certo que existem outras lojas que vendem estes produtos, porém, nem sempre com a mesma confiabilidade. Outro importante fator que devemos colocar em questão é o tempo e as revoluções. Com o tempo o preço tende a cair e novas soluções chegarão ao mercado. Tudo isso contribuirá com as quedas de preços e a possíveis ascensões tecnológicas.

Fonte: Intel

 

Visualizações: 100827