Rede Wireless

A palavra wireless provém do inglês wire (fio, cabo); less (sem); ou seja: sem fios. Wireless então caracteriza qualquer tipo de conexão para transmissão de informação sem a utilização de fios ou cabos.

Podemos dizer que o mundo wireless é dividido em 4 grandes grupos, são eles Redes Pessoais Sem Fio ou WPAN (Wireless Personal Area Network). Redes de Longa Distância sem Fio ou WWAN (Wireless Wide Area Network), Redes Metropolitanas sem Fio ou WMAN (Wireless Metropolitan Area Network) e Redes Locais sem Fio ou WLAN (Wireless Local Area Network).

Para entender perfeitamente de onde vem cada componente wireless que você conhece, seja ele um ambiente de rede sem fio ou simplesmente um controle remoto de televisão, veremos cada grupo e suas principais divisões, aplicações e meios de comunicação.

WPAN (Wireless Personal Area Network)

Aqui neste grupo abrigam-se as tecnologias wireless com transmissão de pequeno alcance em metros. O filho mais famoso deste grupo é o Bluetooth (atualmente muito utilizado em dispositivos portáteis e móveis) e que é o padrão IEE 802.15.1. O Bluetooth tem dois irmãos que vão fazer o maior sucesso muito em breve. Um é o ZigBee e o outro UWB.

WWAN (Wireless Wide Area Network)

Aqui temos as tradicionais tecnologias do nosso famoso Telefone Celular de voz e alguns serviços de dados (Wireless Data Services). Aqui vamos desde os “jurássicos” TDMA (9,6 Kbps) e CDMA (14,4 Kbps) até as modernas tecnologias EDGE e UMTS passando por GSM/GPRS e também o CDMA 2000-1xRtt e CDMA 2000 – 1xEV-DO. Hoje já está começando a se falar no CDMA-1xEV-DV (Evolution).

O ZigBee, da ZigBee Alliance, é o o padrão IEE802.15.4 e vai ser muito utilizado em Controle Residencial, Automação de Prédios e Automação Industrial. A instalação do ZigBee em uma indústria representa uma economia de 30% de fiação na automação industrial. O UWB (Ultrawideband), é um padrão ainda não completamente homologado pelo IEEE por causa de disputas políticas entre fabricantes. Esta tecnologia é muito poderosa e opera em velocidades de transmissão de 500 Mbps em distância de 4 metros. O Bluetooth atual tem a limitação de velocidade de 1 Mbps.n, Data and Voice).

O mundo começa a cobrar uma evolução maior das tecnologias CDMA e GPRS no que se refere a dados. Algo vai ter que acontecer pois o WiMAX Móvel (padrão IEEE 802.16e) está chegando em 2007.

WMAN (Wireless Metropolitan Area Network)

Sistema de rede utilizado para prover a comunicação de dados entre pontos distantes. Possibilita a integração total de empresas através da conexão entre matriz e filiais, campus de universidades, hospitais e centros médicos, acesso à banda larga etc. As WMAN’s são a próxima geração para as redes sem fio. As WLAN’s permitem prover cobertura a dados em áreas como uma empresa, escritório, escola, etc, porém
com as WMAN’s é possível cobrir até mesmo cidades inteiras com esta solução. Cidades que não contam com infraestrutura adequada para usufruir soluções de comunicação de dados em alta velocidade já podem implantar soluções WMAN’s e prover banda larga a seus munícipios.

WLAN (Wireless Local Area Network)

A família que iremos nos aprofundar mais, pois é nela que encontram-se as redes wireless LAN que é o padrão IEEE 802.11x. O filho mais pródigo nesta família é o Wi-Fi (Wireless Fidelity) que vem a ser o padrão IEEE 802.11b com as seguintes características: opera em 2,4 GHZ, taxa de transmissão de 11 Mbs, modulação DSSS (Direct Sequence) com alcance de 100 a 300 metros. Depois vieram seus seguidores
IEEE 802.11a padrão que opera em 5 GHZ, taxa de transmissão de 54 Mbs e modulação OFDM ( Orthogonal Frequency Division Multiplexing) ) e o IEEE 802.11g, padrão que opera em 2,4 GHZ, taxa de transmissão de 54 Mbs e modulação OFDM.

Como funciona uma Rede Wireless ?

Através da utilização portadoras de rádio ou infravermelho, as WLANs estabelecem a comunicação de dados entre os pontos da rede. Os dados são modulados na portadora de rádio e transmitidos através de ondas eletromagnéticas. Múltiplas portadoras de rádio podem coexistir num mesmo meio, sem que uma interfira na outra. Para extrair os dados, o receptor sintoniza numa freqüência específica e rejeita as outras portadoras de freqüências diferentes. Num ambiente típico, o dispositivo transceptor (transmissor/receptor) ou ponto de acesso (access point) é conectado a uma rede local Ethernet convencional (com fio). Os pontos de acesso não apenas fornecem a comunicação com a rede convencional, como também intermediam o tráfego com os pontos de acesso vizinhos, num esquema de micro células com roaming semelhante a um sistema de telefonia celular.

Wi-Fi (Wireless Fidelity)

Marca registrada pertencente à Wireless Ethernet Compatibility Alliance -WECA, é uma tecnologia de interconexão entre dispositivos sem fio, usando o protocolo IEE 802.11b. O padrão Wi-Fi opera em faixas de freqüências que não necessitam de licença para instalação e/ou operação. Este fato as torna atrativas. No entanto, para uso comercial no Brasil é necessária licença da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Para se ter acesso à Internet através de uma rede Wi-Fi deve-se estar no raio de ação de um ponto de acesso (normalmente conhecido por hotspot) ou local público onde opere uma rede sem fios e usar um dispositivo móvel, como um notebook, um handheld ou um assistente pessoal digital com capacidades de comunicação Wireless. Um Hotspot Wi-Fi é criado para estabelecer um ponto de acesso para uma conexão de Internet. O ponto de acesso transmite um sinal sem fio numa pequena distância – cerca de 100 metros. Quando um periférico que permite Wi-Fi, como um notebook, encontrar um hotspot, o periférico pode na mesma hora conectar na rede sem fio. Muitos hotspots estão localizados em lugares que são confortavelmente acessíveis ao público, como aeroportos, cafés, hotéis e livrarias. Muitas casas e escritórios também têm redes Wi-Fi. Enquanto alguns hotspots são gratuítos, a maioria das redes públicas é suportada por Provedores de Serviços de Internet (Internet Service Provider – ISPs) que cobram uma taxa dos usuários para conectar na Internet.

Fonte: Cpd Digital

Visualizações: 1002317